PTI e PUCPR firmam parceria para projetos de Pesquisa & Desenvolvimento

PTI e PUCPR firmam parceria para projetos de Pesquisa & Desenvolvimento

25/04/2019

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) firmaram, nesta quarta-feira (24), um protocolo de intenções que prevê a cooperação entre as duas entidades para a execução de potenciais projetos de Pesquisa & Desenvolvimento.
   
Com vigência de três anos, e podendo ser prorrogado por até mais cinco, o acordo tem como objetivo estabelecer a colaboração para a criação de um programa de assistência e intercâmbio científico e tecnológico, abrangendo atividades de pesquisa, desenvolvimento, formação e treinamento de recursos humanos, absorção e transferências de tecnologias, além de serviços educacionais de pesquisa e extensão.
   
Neste primeiro momento devem ser contempladas ações relacionadas a temas como inteligência artificial, interoperabilidade de sistemas, processamento de imagens, escalabilidade de placas solares de alta eficiência, realidade virtual e aumentada, cidades inteligentes e limnologia. Nada impede, porém, que outros assuntos de relevância sejam incorporados ao documento.
    
O acordo foi firmado no PTI e contou com participação do diretor superintendente do Parque, Jorge Augusto Callado Afonso, o diretor da Agência PUC de Ciência, Tecnologia e Inovação, e o CEO e fundador da Academic Ventures, Zaki Akel Sobrinho, que foi reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em duas gestões (2008/012 e 2012/2016).
    
“Temos várias áreas de convergência: a PUC, como uma instituição de pesquisa referência no Paraná e o Brasil, e o PTI como um dos principais parques tecnológicos para o desenvolvimento de ciência aplicada, e que chega ao mercado pois tem todo um arcabouço de uma hidrelétrica”, destacou Fernando Bittencourt Luciano, diretor da Agência PUC de Ciência, Tecnologia e Inovação.
    
A Agência PUC de Ciência, Tecnologia e Inovação está vinculada à Reitoria da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e atualmente reúne mais de 180 competências, 2 mil projetos de P&D e aproximadamente uma centena de patentes à disposição do setor empresarial nacional.
    
O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) é um centro de pesquisa, desenvolvimento e inovação, dentro da área da usina da Itaipu Binacional, onde estão concentradas universidades, laboratórios, escritórios e uma série de projetos que dão suporte à hidrelétrica na missão de promover o desenvolvimento econômico, turístico, tecnológico e sustentável no Brasil e no Paraguai.