Jovens de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu participam de seleção para nova turma do ViraVida

Jovens de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu participam de seleção para nova turma do ViraVida

17/04/2019

Foi realizada na tarde da última terça-feira (16), no Centro de Convivência do Idoso (CCI) – na Praça da Bíblia, em Foz do Iguaçu, mais uma etapa da seleção de recrutamento dos participantes que irão integrar a edição 2019/2020 do programa ViraVira. Desenvolvido pelo Conselho Nacional do SESI, a iniciativa está em Foz do Iguaçu desde 2010. Em 2014, o PTI passou a ser parceiro do programa, que busca promover a inserção socioprodutiva de jovens em situação de vulnerabilidade, por meio da aprendizagem.

 

Cerca de 180 jovens de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu, com idades entre 15 e 21 anos e encaminhados por instituições como Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), Conselho Tutelar e escolas estaduais, participaram de dinâmicas coletivas que servem como base para a avaliação do desempenho dos candidatos em relação ao trabalho em grupo, socialização, compartilhamento de vivências pessoais e perspectivas de futuro.

 

De acordo com a coordenadora estadual do programa, Karin Bruckheimer, as atividades são focadas em conhecer melhor os estudantes e na apresentação do programa. A última fase será desenvolvida na próxima semana e deve consistir em uma entrevista individual.

 

No PTI

 

O Vira Vida é uma iniciativa do Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi). Em Foz, o programa é desenvolvido em parceria com diversas instituições, entre elas a Itaipu Binacional e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), onde ocorrem as aulas.

 

Karin ressaltou a importância do Parque na execução das atividades, que vão além das estruturas físicas. “A vivência no PTI traz uma visão mais ampla sobre diversidade e outras realidades, já que diariamente temos pessoas de várias culturas circulando pelos espaços”, destacou a coordenadora.

 

Em 2019 serão selecionados 70 jovens para, nos próximos meses, receberem cursos de formação profissional, focando na superação de desafios e a valorização de cada oportunidade por meio das atividades psicossociais, educação continuada, teatro e esporte, de forma a construir um futuro melhor para si e para suas famílias.

 

“Nossa metodologia busca desconstruir a cultura da competição e, sim, focar nas habilidades individuais e na garantia de direitos fundamentais de acesso à educação, a profissionalização e à dignidade” finalizou Karin.