Com especialistas internacionais, PTI promove workshop sobre águas subterrâneas

Com especialistas internacionais, PTI promove workshop sobre águas subterrâneas

30/04/2019

A expansão urbana e das áreas destinadas a atividades agrícolas vem afetando a quantidade e qualidade das águas subterrâneas, como o caso do Sistema Aquífero Guarani, uma das maiores reservas de água doce do mundo. Diante da relevância do tema, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) vai sediar um workshop internacional sobre o assunto entre os dias 3 e 7 de junho.
   
O workshop “Avaliação dos impactos na quantidade e qualidade da água subterrânea e sua mitigação” tem como objetivo fornecer modernas ferramentas para a solução de atuais e futuros desafios relacionados a este importante e estratégico recurso, permitindo uma gestão sustentável.
   
O evento é direcionado para técnicos e profissionais do governo, e representantes do setor privado e de organizações não-governamentais e está sob a organização do PTI, por meio do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) e do Núcleo de Inteligência Territorial (NIT), em parceria com a Itaipu Binacional, o programa GRAPHIC da Unesco e o Centro Regional para la Gestion de Aguas Subterraneas America Latina y el Caribe (CeReGAS).
   
As pré-inscrições para uma das 20 vagas ofertadas podem ser realizadas até 15 de maio pelo endereço https://webforms.pti.org.br/workshopcih. Os participantes serão selecionados de acordo com a experiência prévia com o tema, relevância dos trabalhos e perspectivas de aplicação dos conhecimentos adquiridos em suas áreas de estudo. “Temos este processo seletivo para que as pessoas apontem quais são as suas aptidões ou grau de experiência na temática, e assim possam trazer as realidades dos aquíferos de onde trabalham ou estudam”, explica Nara Nami Gazzola, gerente do CIH, considerado um dos Centros de Categoria 2 da Unesco.
   
A gerente também ressaltou que a realização do workshop de alto nível representa uma soma de esforços entre os parceiros. “O PTI sempre trabalhou com gestão de recursos hídricos, e recentemente firmou um convênio com a Itaipu Binacional para tratar a questão de águas subterrâneas do Sistema Aquífero Serra Geral, com vistas a melhoras o entendimento da interação entre os recursos hídricos subterrâneos e superficiais da BP3. Isso acabou casando com a necessidade do GRAPHIC, que é um programa da Unesco”, complementa.
   
Para Henrique Chaves, professor da Universidade de Brasília (UnB) e coordenador do programa GRAPHIC no Brasil, o workshop será uma oportunidade para reforçar junto aos gestores, autoridades públicas e usuários de água “a importância da conservação e do uso racional da água subterrânea, considerando não apenas os impactos, como o caso das mudanças climáticas, mas também o uso que a sociedade faz desse recurso”. Em sua apresentação, ele vai exibir algumas tecnologias utilizadas pelo programa GRAPHIC para monitorar, diagnosticar o uso da água subterrânea em seus aquíferos e encontrar medidas preventivas e mitigadoras para diminuir os impactos negativos que já ocorrem.
   
Diversas atividades integram a programação do workshop. Além de Chaves, destaque para a participação de especialistas como Alberto Manganelli, do CeReGAS, e Jay T. Reager, da Nasa, que vai trazer detalhes do satélite Grace e como as suas imagens podem ser úteis no processo de estimativa do volume e da dinâmica da água subterrânea.
   
Serviço
  
Workshop Internacional “Avaliação dos impactos na quantidade e qualidade da água subterrânea e sua mitigação”
  
Local: Parque Tecnológico Itaipu (PTI)
   
Data: de 3 a 7 de junho
   
Mais informações: https://webforms.pti.org.br/workshopcih